Afinal, qual é a sua verdadeira motivação?

0
336

Tudo o que fazemos ou deixamos de fazer nessa vida tem uma razão, um motivo. Se quero trocar de carro, por exemplo, há um motivo para isso. O carro atual pode estar desgastado, posso ter enjoado desse ou ter gostado mais de um novo modelo que acabou de ser lançado.

Se quero fazer uma viagem, minha motivação pode ser de querer descansar, espairecer, conhecer novos lugares, novas culturas… Para todas as nossas ações, existe um motivo.

Nos dias de hoje, em que tudo é muito acelerado, a frase que mais ouvimos é “O tempo parece estar voando”.

Na verdade, nós é que queremos fazer cada vez mais coisas, ou, em muitos casos, precisamos mesmo fazer cada vez mais coisas. Mas isso pode estar nos privando de algo fundamental nessas realizações.

Nessa correria diária, simplesmente podemos não estar parando para pensar sobre a motivação de cada tarefa. E você pode me perguntar: isso é tão relevante assim? Eu digo com toda a certeza: sim, faz a diferença.

Saber o que motiva pode tornar tudo o que você tiver que fazer muito mais agradável, prazeroso, ou, no mínimo, menos tedioso. Pode tirar o peso, muitas vezes, de uma obrigação…

Pode nos fazer entender as dificuldades encontradas durante a realização de tal tarefa… Pode nos fazer mais fortes do que pensamos. Pode, até mesmo, nos revelar algo sobre nós que nem sabíamos.

Geração Virtual e Online

Hoje vivemos a geração “virtual”, das redes sociais, que carrega consigo o slogan “Minha vida está na rede” ou “Cada passo é um flash” – desfocado, despenteado, desalinhado, não importa. Postou?! Está ótimo! Mas será mesmo que é só isso? O que me motiva é ter “likes”?

Uma das definições de motivar, segundo o dicionário, é “dar motivo a”, ou seja, ainda que você tenha iniciado uma tarefa com uma motivação errada, ao longo do percurso ou do cumprimento dela, você pode rever suas ações e dar um novo motivo a ela.

Se algo não saiu como deveria, se houve imprevistos no caminho, ter um novo motivo para se concluir algo pode ser libertador.

Sabe aquele gostinho de vitória? De fazer do limão uma limonada? Tudo pode ser revertido, principalmente as coisas difíceis! Não estou dizendo que é fácil, mas dar um novo motivo será o mesmo que se reabastecer para seguir em frente.

Se hoje você tem uma árdua tarefa para fazer, o que posso lhe dizer é isto: encontre uma motivação boa para ela! Se você está no meio de um propósito que já teve que mudar e reajustar algumas vezes, não tenha medo e se dê um novo motivo para que você conclua esse propósito.

Pode ser o detalhe que fará toda a diferença em seu caminho! Finalizo dizendo que o que nos motiva nos move a fazer, por isso se motive, faça o seu melhor sempre com amor e você perceberá a diferença nos resultados.

Jacqueline Morais é autora do blog caminhandosobrearocha.blogspot.com