As autoridades russas estão a caça de dois terroristas nesta segunda-feira, após um atentado a bomba realizado no metrô de São Petersburgo onde ao menos 50 pessoas foram atingidas e 10 pessoas foram mortas.

A explosão aconteceu aproximadamente às 2:20 no horário local, dentro de um vagão lotado do metrô e coincidiu com a visita ao país do presidente Russo Vladimir Putin.

Pouco após a explosão da primeira bomba, foi encontrada mais uma maleta com dispositivo suspeito, e por consequência a polícia ordenou o fechamento de todo o sistema de metrôs e trens subterrâneos da localidade.

Testemunhas disseram que houve uma grande explosão seguida de densa fumaça. Imagens da polícia apontam para mais um caso de terrorismo praticado por radicais muçulmanos.