Cabelo vintage: as receitas da vovó estão de volta

0
400

Nada melhor do que aquele segredinho de família para renovar o visual. Cem por cento naturais, simples de usar e altamente eficazes, as dicas de beleza de antigamente estão em voga.

Lembro quando era adolescente e  viajava de férias pra Floripa. Passava o mês todo torrando no sol! Naquela época usávamos óleo bronzeador para “queimar”.

Não existia (ou não se ouvia falar do uso) protetor solar, shampoos sensacionais para proteger os cabelos, nem mesmo cremes pós-sol e hidratantes para o corpo que mantêm a cor, firmam a pele e ajudam a eliminar a celulite.

No máximo, usávamos o famoso Kanechom, para proteger e hidratar os cabelos, depois de entrar no mar.

As meninas mais chiques e descoladas usavam o Kanechom colorido, e olhe lá!  É um milagre a minha geração ter sobrevivido aos anos 80 com a pele e cabelos lindos  e sem danos irreversíveis.

Mas nem tudo era esse desastre total. Como dizia no começo da  nossa conversa, algumas receitinhas ajudavam a mudar o visual com segurança e eficácia.

Dedico esta receita a todas as meninas que podem aproveitar o sol de Miami para clarear suavemente os cabelos. Não importa se você quer mexas, pontas ou em toda a sua extensão alguns tons mais claros. Louras, castanhas, ruivas… esta dica só não ajuda as morenas, infelizmente.
Estou falando do chá de camomila.

Receita fácil de fazer!

Ferva um litro de água. Já com o fogo desligado, coloque quatro saquinhos de chá de camomila, misture bem e cubra – você também  pode usar a planta seca, é até melhor.

Use duas xícaras de chá para cada litro. Deixe o chá em infusão até que a água esfrie. Coe.

No banho, lave os cabelos normalmente e jogue o líquido neles. Massageie e vá para o sol.

Trinta minutos são suficientes para começar o clareamento. Após o uso da camomila, lave e hidrate bem as madeixas.

Repita o procedimento por mais alguns dias e você notará a diferença.

Adooooro!

 

Nolli Merrighi é vocalista da banda Chaparral e autora do canal Adooooronolli no YouTube