Como escolher sua franquia: as que mais crescem ou o formato mais promissor?

0
412

Segundo estudos do IBGE, no Brasil, de cada 100 empresas abertas, 48 encerram suas atividades em três anos.

Entre as principais razões estão a falta de um plano de negócios, o descontrole na gestão e a inexperiência no negócio. Porém, quando o empresário parte para o sistema de franquia, esse número cai para 15%, segundo dados do Sebrae.

Como escolher

Antes de optar por uma franquia, é fundamental que o empreendedor, ao tomar as devidas decisões, tenha uma visão geral dos aspectos que envolvem o negócio, evitando futuras decepções.

Donizete Rezende, parceiro na expansão da rede Habib’s nos shoppings de todo o Brasil – em um total de 232 lojas –, percebendo o imenso potencial do mercado de franquias no país, criou, em 1988, a Rezende Consultoria e Formatação de Franquias.

Com sede em Ribeirão Preto e filial em São Paulo, ela atende a todo o Brasil com marcas expressivas nos principais shoppings e cases de sucesso no franchising brasileiro. Associada à ABF (Associação Brasileira de Franchising), ela também credencia todos os seus associados e clientes, demonstrando transparência e tranquilidade ao investidor.

A empresa atua na elaboração dos instrumentos jurídicos e manuais de procedimentos e na expansão em nível nacional e planejamento em projetos internacionais para a formatação completa de uma empresa que deseja franquear com responsabilidade e segurança o seu negócio.

“A essência do franchising está na parceria. Quando você adquire um produto ou serviço, não quer correr o risco de perder seu dinheiro. Assim, procura minimizar esse risco pesquisando e conhecendo o negócio.

Entendendo o “business”

Na franquia é a mesma coisa. As regras, normas e fórmulas já estão prontas, só basta seguir a receita, juntamente com o trabalho, e maximizar os acertos.

Portanto, para quem deseja crescer, o sistema de franquias ainda é o melhor negócio, com riscos minimizados e, se bem administrado, retorno rápido e excelente margem de lucro,” diz Gabriel Rezende, diretor de planejamento e pró-franchising da Rezende Consultoria.

“Ensinamos o empresário a gerenciar seu negócio, comprar, oferecer excelência no atendimento aos clientes e padronização de serviços”, comenta Gabriel Rezende.

“Todas as suas normas de trabalho no dia a dia são transportadas para manuais de procedimento, que são divididos em vários setores da empresa, como operação, gestão. Esses manuais se tornarão normas e regras segundo os quais a empresa deixará de tomar decisões emotivas e passará a tomá-las baseada no manual de procedimentos. A proposta é permitir que os clientes se sintam à vontade para atuar em suas empresas enquanto os nossos profissionais desenvolvem o seu projeto de expansão, que engloba concessão e transferência da marca, consultoria operacional, tecnologia.”, continua.

“Transformada a empresa em franquia, nós a registramos na ABF e está terminada a primeira etapa, na qual estará habilitada a adquirir fraqueados no Brasil. Assim, ela se torna uma franqueadora – empresa detentora da marca, que idealiza, formata e concede a franquia do negócio ao franqueado, pessoa física ou jurídica, que adere à rede de franquia. No sistema de franchising, o franqueado investe recursos em seu próprio negócio, o qual será operado com a marca do franqueador e de acordo com todos os padrões estabelecidos e supervisionados por ele”, conclui.

 

Gabriel Rezende é formado em marketing e propaganda, especializado em franchising e varejo e diretor de planejamento de franchising da Rezende