São tantos livros, palpites e dietas que fica difícil distinguir o que é e o que não é realidade quando o assunto é alimentação saudável. Nessa ânsia coletiva por mais informações, vamos nos deixando influenciar por artigos sem nenhum tipo de credibilidade ou embasamento teórico, e acabamos por adotar hábitos alimentares pouco nutritivos.

Para colocar um fim definitivo em algumas “lendas urbanas” gastronômicas, separamos uma lista com os alimentos mais “injustiçados” – aqueles que muitos diziam ser prejudiciais, mas que, na verdade, fazem é muito bem.

Ovos
Ao longo dos anos, os ovos foram acompanhados de má reputação, principalmente por causa do teor de colesterol em suas gemas. No entanto, os ovos apresentam inúmeros benefícios para a saúde e não podem ser descartados dessa maneira.

Em primeiro lugar, são uma excelente fonte de proteína e contêm vitaminas e minerais, incluindo vitamina B, vitamina D e ferro. Além disso, os ovos podem ser benéficos para a saúde dos olhos e ainda auxiliar contra a degradação muscular.

Queijo
O queijo é normalmente colocado na lista de alimentos “ruins”, talvez por causa da sua inclusão em muitos pratos de alto teor calórico, como pizza, sanduíches, macarrão com queijo. No entanto, como o queijo em si não contém gordura saturada, trazê-lo para a sua dieta pode ser realmente uma ótima escolha para a sua saúde.

O queijo é cheio de proteína e é uma fonte de cálcio. O cálcio é essencial para a saúde dos ossos, o que pode ajudar a prevenir a osteoporose e ainda combater os sintomas da TPM.

Pipoca
A pipoca é considerada um marco do cinema, mas ultimamente vem recebendo críticas negativas sobre o seu impacto na saúde. No entanto, é importante lembrar que a pipoca pode ser melhor do que você pensa.
Pesquisadores da Universidade de Scranton, na Pensilvânia, descobriram que a pipoca contém mais polifenóis do que muitas frutas e legumes. Polifenóis atuam como poderosos antioxidantes que podem ajudar a proteger o corpo contra os danos celulares. Além disso, podem ajudar a repelir diversos problemas graves de saúde, como osteoporose, doença cardíaca e vários tipos de cânceres.
Para colher os benefícios da pipoca ao máximo, evite o excesso de manteiga e açúcar, por mais que eles possam parecer atraentes. E se a pipoca de micro-ondas é sua única opção (ou você simplesmente a prefere), opte por uma que seja totalmente natural, ou seja, sem sal, óleo ou quaisquer outros aditivos insalubres.